Os Fotógrafos sem fronteiras são uma comunidade global de fotógrafos e cineastas empenhados em contar histórias que fazem a mudança, anunciou a Revolutionary Storyteller Grant. O subsídio, que pode ser solicitado AQUI até 31 de Janeiro de 2022, ajudará a iluminar projectos fotográficos que apoiam movimentos de base, movimentos de primeira linha e iniciativas que têm objectivos significativos para proteger a Mãe Terra.

Cinco beneficiários serão premiados e receberão $5.000 para apoiar a criação de um projecto de fotografia de impacto e exposição comunitária do trabalho. Além disso, os beneficiários receberão também um vídeo de bastidores, uma campanha para apoiar os objectivos de impacto do projecto e o apoio da equipa da PWB ao longo do percurso.

Qualquer pessoa de qualquer parte do mundo pode candidatar-se à subvenção e, tal como indicado no website da subvenção, “Contadores de histórias das comunidades em que trabalham, e contadores de histórias que demonstrem relações duradouras com as comunidades com as quais trabalham, serão priorizados para esta subvenção. 3 das 5 bolsas são consideradas prioritárias para os membros da PWB, enquanto 2 das 5 estão abertas a não-membros”.

A fotógrafa, contadora de histórias, conservacionista e oradora activista Danielle Da Silva é a fundadora da organização Fotógrafos Sem Fronteiras. Da Silva foi também membro da classe inaugural da Alpha Female, onde trabalhou com a mentora e a artista Sony Cristina Mittermeier para usar a oportunidade de causar impacto com apelos emocionais à acção.

Saiba mais sobre a subvenção e solicite AQUI, e visite https://www.photographerswithoutborders.org/ para mais informações sobre a organização. Subscreva o canal PWB para mais histórias PWB.

Categorias

Tags:

pt_PTPortuguese