Você é um criador de conteúdo contando novas histórias sobre mudanças climáticas e ação climática na África?

Você é um podcaster, blogueiro, TikToker ou vlogger africano apaixonado por contar histórias sobre as mudanças climáticas na África além de notícias que se concentram em desastres e crises climáticas?

A Africa No Filter, em parceria com a Mastercard Foundation, está à procura de contadores de histórias em África e na Diáspora para criar conteúdos entusiasmantes que mostrem um continente que está a tomar medidas contra as alterações climáticas.

O conteúdo deve ser original e transversal a uma gama diversificada de tópicos. Qualquer um dos formatos abaixo seria suficiente:

  • Conversas com ativistas climáticos.
  • Comunidades virando a maré contra as mudanças climáticas.
  • Perfis de empreendedores e inovadores no espaço climático.
  • Conteúdo original não retratando a África como um continente quebrado e dependente ou mostrando os africanos como carentes de agência.

VALOR

  • Os criadores de conteúdo receberão subsídios no valor de até US$ 5000 mil para produzir novos conteúdos.
  • Os criadores de conteúdo também receberão oportunidades de networking e apoio para amplificar seu conteúdo. Todo o conteúdo deve ser entregue em inglês, árabe ou francês.

ELEGIBILIDADE

  • Aberto a criadores de conteúdo africanos baseados em qualquer lugar da África e da Diáspora.
  • Os criadores de conteúdo devem ter mais de 18 anos e um histórico de produção de conteúdo climático.
  • Os criadores de conteúdo devem ter mais de dois anos de experiência produzindo podcasts, blogs, vlogs e conteúdo de mídia social sobre a ação climática na África.
  • Os criadores de conteúdo devem ter um público combinado de pelo menos 5.000 seguidores no Instagram, TikTok, Facebook, Twitter e YouTube.
  • Os criadores de conteúdo não devem ser representados por um agente ou se candidatar representando uma organização.
  • Os criadores de conteúdo podem ser indivíduos ou no máximo três hosts.
  • Os criadores de conteúdo devem ter uma paixão demonstrável por contar histórias climáticas africanas além dos estereótipos usuais de pobreza, doenças, conflitos, má liderança e corrupção.

PRAZO: 29 de junho de 2023

Para se inscrever e obter mais informações, inscreva-se aqui.

Categorias

Tags: