O Comitê Francês de Solidariedade Internacional (CFSI) anunciou um Edital de Projetos “Promoção da Agricultura Familiar na África Ocidental” 2021.

Para apoiá-los, a Fondation de France e o Comitê Francês de Solidariedade Internacional (CFSI) uniram forças em 2009 para lançar um programa de fortalecimento da agricultura familiar na África subsaariana, refocado desde 2010 na África do Sul.

Este programa está se beneficiando de uma contribuição do Fondation JM. Bruneau (sob os auspícios da Fondation de France) e da Agence Française de développement (AFD, Agência Francesa de Desenvolvimento). A Réseau des organizations paysannes et de producteurs d’Afrique de l’Ouest (Roppa) é membro do comitê de monitoramento e orientação. O programa Jafowa participa do lado de capitalização do programa.

Objectivos

O objetivo geral é impulsionar iniciativas locais para aumentar o acesso aos alimentos por meio da agricultura familiar viável e sustentável na África Ocidental, compartilhar seus conhecimentos e experiências em uma escala mais ampla e contribuir para a documentação sobre a sustentabilidade desse modelo agrícola. Essa documentação deve ajudar a desafiar os tomadores de decisão a levar em conta essas questões em políticas públicas.

Em um contexto de concorrência com as importações, isso equivale a apoiar o “consumo local”, entendido como “o consumo local e nacional dos produtos da agricultura familiar da África Ocidental”.

Os objetivos específicos são:

  • por meio de ações concretas e inovadoras, para melhorar e garantir a produção, processamento, preservação e comercialização de produtos agrícolas e garantir que os consumidores urbanos e rurais pobres tenham acesso a ela;
  • compartilhar entre atores locais, nacionais e internacionais o conhecimento adquirido a partir de ações concretas no âmbito deste programa, e tirar lições abrangentes;
  • produzir documentos e conjuntos de argumentos úteis aos atores que monitoram questões da agricultura familiar e abordam questões políticas relacionadas.

emas

O programa apoia projetos que levam em conta os seguintes temas:

  • conectar a agricultura familiar aos mercados urbano e rural/ promover o consumo de produtos locais: como a agricultura familiar local pode abastecer mercados domésticos e alimentar as cidades – grandes ou médias – e assentamentos rurais? Como pode competir com produtos importados e recuperar uma parcela dos mercados urbano e rural? Como aumentar o consumo de produtos locais?
  • desenvolvimento de métodos de agricultura sustentável/ sistemas alimentares sustentáveis: é possível enfrentar o desafio “Alimentar as cidades, agora e em 2050, através da agricultura familiar” desenvolvendo uma agricultura sustentável? Como a agricultura familiar pode se adaptar às mudanças climáticas?

Questões prioritárias

O edital de 2021 destina-se exclusivamente a inovações específicas que respondam a uma ou mais dessas 3 perguntas:

  • Como a comercialização de produtos locais da agricultura familiar pode ser remunerada para camponeses, camponeses e outros atores setoriais, além de nichos de mercado e permitir a generalização do consumo alimentar? produzido e processado no país ou sub-região (ou seja, por um grande número de consumidores das categorias média e pobre, ou mesmo muito pobres)?
  • Como os produtos locais da agricultura familiar camponesa podem ter acesso duradouro aos mercados institucionais?
  • Como tornar os consumidores da África Ocidental e suas organizações plenos no consumo maciço de produtos locais saudáveis e nutritivos?

Financiamento Informações

Dois tipos de iniciativas serão apoiadas:

  • projetos de curto prazo (duração de um ano), com um valor concedido de 10.000€ a 15.000€;
  • projetos plurianos (no máximo 3 anos), com um valor máximo de 50.000€ para todo o período (3 anos) e pagos em parcelas anuais à luz do andamento do projeto.

Critérios de elegibilidade

Para pessoas jurídicas sem fins lucrativos:

  • Organizações de agricultores da África Ocidental (OVM);
  • apoiar ONGs ativas na África Ocidental ou na Europa na medida em que atuam com parceiros locais;
  • para pesquisas e/ou organizações de treinamento.

Uma autoridade local não pode ser a portadora do projeto, mas pode ser um parceiro principal.

Importante: o edital é reservado para propostas de ações em parceria formalizada entre uma organização da África Ocidental e uma organização europeia. A organização de apoio pode ser da África Ocidental ou da Europa.

Para obter mais informações, visite https://www.cfsi.asso.fr/thematique/appel-a-projets-promotion-lagriculture-familiale-afrique-louest-fondation-france-et-cfsi

Categorias