A Fundação Rei Baudouin (KBF) anunciou o Business Partnership Facility (BPF) – Empresas para ODS financiadas pela Direção-Geral belga de Cooperação para o Desenvolvimento (DGD) para estimular o envolvimento do setor privado na obtenção dos ODS nos países em desenvolvimento.

A Fundação busca iniciativas de negócios viáveis e empreendedoras com forte impacto social.

Impacto social, contribuindo para os ODS:

  • Criação e manutenção de empregos decentes;
  • Melhoria da renda média das famílias de baixa renda;
  • Acessibilidade a bens e serviços acessíveis;
  • Inclusão e desenvolvimento econômico de mulheres e jovens;
  • Impacto positivo no meio ambiente através da economia de recursos, redução de emissões e/ou preservação da biodiversidade.

Viabilidade econômica:

As parcerias devem demonstrar claramente que as iniciativas apresentadas são:

  • Capaz de se tornar autossustentável;
  • Escalável;
  • Replicável.

Financiamento Informações

  • O BPF fornece uma subvenção não reembolsável entre €50.000 e €200.000 que representa no máximo 50% do investimento total.

Critérios de elegibilidade

  • Cada candidato é preferencialmente uma parceria que reúne atores do setor privado, da sociedade civil,da academia e/ou do setor público. A parceria consiste em um mínimo de um parceiro de negócios.
  • Os projetos devem ocorrer em um dos países em desenvolvimento, mas os parceiros podem ser pessoas jurídicas belgas, europeias ou internacionais, de acordo com o direito público ou privado.
  • O projeto deve fazer parte do ‘core business’ do parceiro de negócios envolvido.

Critérios de seleção

  • Efeitos que o projeto terá no desenvolvimento: a expertise e os meios financeiros, contribuídos pelo setor privado como parte das parcerias, trazendo mudanças que contribuem para um ou mais Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS);
  • Sustentabilidade econômica, ambiental e social e boa governança: as parcerias devem estar ligadas o mais próximo possível com o core business dos atores envolvidos e devem ser sustentáveis social, ambiental e economicamente (de acordo com as normas internacionais);
  • Inovação, replicabilidade e escalabilidade: prioridade será dada a projetos inovadores. A dimensão inovadora será avaliada tanto em termos do produto (características, funções e desempenho dos produtos/serviços) quanto em termos de processos (a forma como os produtos são fabricados ou entregues, por exemplo, fabricação, distribuição e suporte de produtos ou serviços). As iniciativas devem ser replicáveis e escaláveis;
  • Adicionalidade: o papel da BPF como catalisador deve ser mostrado. A BPF fornece uma subvenção limitada em termos de tempo e dinheiro. Isso é adicional ao capital mobilizado e reduz o risco para o investidor privado. Além disso, será sempre verificado o princípio da desocupação da ajuda, conforme estabelecido na legislação belga relativa à cooperação;
  • Impacto no setor ou mercado: projetos subsidiados devem criar uma mudança clara e sustentável em da operação atual. Os atores envolvidos terão aumentado suas capacidades (escalonamento) ao final da fase subsidiada, inclusive para acessar grandes financiamentos externos, se necessário;
  • Experiência e capacidade do beneficiário: o beneficiário deve ser capaz de mostrar através de um plano de negócios simplificado que possui recursos suficientes (tanto humanos quanto financeiros) para implementar o projeto;
  • Grau de cofinanciamento: o cofinanciamento da parceria deve ser pelo menos equivalente ao valor do subsídio solicitado e deve ser fornecido como contribuição em dinheiro. Este é um critério de qualificação na fase de pré-seleção;
  • Eficiência: a relação entre os custos gerais e o orçamento global será utilizada para calcular a eficiência do projeto. Projetos com altos custos gerais não serão retidos;
  • Inclusão: o projeto deve mostrar que inclui pessoas vulneráveis, particularmente jovens, mulheres, pessoas com deficiência e pessoas vivendo em situação de risco;
  • Sinergia e complementaridade com outros atores: projetos que mostrem prova de complementaridade e sinergia com outros projetos existentes e/ou com atores e parceiros da cooperação belga para o desenvolvimento serão favorecidos.

Para obter mais informações, visite https://www.kbs-frb.be/en/Activities/Calls/2021/20181211_MG_001

Categorias