As Mulheres Africanas na Mídia (AWiM), em parceria com a União Africana (UA), a Migração Internacional do Trabalho (OIT) e a Organização Internacional para as Migrações (OIM), lançaram o Programa de Relatórios de Migração do Trabalho.

Prazo de inscrição: 20 de novembro de 2020

Sobre o Prêmio: O programa apresenta o Labor Migration Media AWards, o Labor Migration Reporting Training Programme e a pesquisa sobre as experiências vividas de jornalistas de migração de trabalho na África. Como parte do nosso Projeto de Visibilidade, a AWiM também está trabalhando com comunidades wikimedia na Nigéria, Uganda, Camarões e Argélia, para treinar mulheres jornalistas sobre como escrever na Wikipédia, e criar mais perfis e artigos sobre migração de trabalho na África.

Com a migração do trabalho se tornando uma questão política cada vez mais importante, o Labor Migration Media Awards tem como objetivo celebrar e homenagear jornalistas africanos comprometidos com questões de migração do trabalho em suas reportagens. Prevê-se que o projeto culminará no estabelecimento de uma comunidade de jornalistas que reportam sobre a migração do trabalho na África.

Campos Elegíveis: Os prêmios são abertos a todos os jornalistas africanos, e as inscrições devem ser publicadas ou transmitidas com uma organização de mídia baseada na África. Como tal, em reconhecimento às importantes contribuições dos jornalistas para a Reportagem de Migração do Trabalho, temos o prazer de anunciar as seguintes categorias de prêmios:

  1. Direitos dos Migrantes,
  2. Remessa e Diáspora Contribuições para o Desenvolvimento,
  3. Governança da Migração do Trabalho,
  4. Migração baseada em gênero,
  5. Impacto Econômico da Migração,
  6. Migração e Saúde,
  7. Migração Intra-Africana,
  8. Recrutamento justo, trabalho forçado e tráfico humano de trabalhadores migrantes
  9. Equipe de Notícias de Migração do Trabalho do Ano

Tipo: Treinamento, Prêmio

Elegibilidade:

  1. Jornalistas profissionais são convidados a submeter trabalhos publicados/transmitidos entre 01 de janeiro de 2019 – 20 de novembro de 2020
  2. Os participantes devem ter a nacionalidade de um estado-membro da União Africana, e ter pelo menos dezoito anos de idade. Eles podem viver em qualquer lugar do mundo
  3. Somente são permitidos trabalhos publicados/transmitidos com uma organização de mídia em um Estado-Membro da União Africana.
  4. Os candidatos podem submeter até duas inscrições em todas as categorias
  5. Submissões conjuntas são permitidas desde que as submissões sejam de autoria dos participantes
  6. Os participantes devem ser os autores dos trabalhos submetidos em seu nome, e próprios direitos autorais ou ter sido autorizados pelos titulares de direitos autorais para enviar a(s) entrada(s)
  7. Os trabalhos submetidos podem estar em qualquer formato jornalístico (texto, fotojornalismo, áudio, audiovisual, dados etc.)
  8. As entradas fotográficas devem estar livres de qualquer nome ou texto na própria imagem, em vez disso, uma legenda clara, em inglês, deve ser fornecida na submissão
  9. Nenhuma taxa de inscrição é paga.
  10. Somente serão consideradas inscrições submetidas entre 19 de outubro de 2020 e 20 de novembro de 2020
  11. Todas as inscrições devem ser submetidas por meio do formulário oficial do concurso, devendo cumprir as regras e critérios de elegibilidade estabelecidos. Não serão aceitas inscrições enviadas de outras formas e/ou que não estejam em conformidade com as regras e critérios de elegibilidade.
  12. Quaisquer entradas atrasadas, ilegíveis, fraudulentas ou que tragam/que tragam/que tragam/que tragam/que tragam a reputação das mulheres africanas na mídia, da União Africana, da Organização Internacional do Trabalho e/ou da Organização Internacional para as Migrações em descrédito serão inelegíveis para participar dos Prêmios e serão desclassificadas.
  13. Você concederá às Mulheres Africanas na Mídia, União Africana, Organização Internacional do Trabalho e/ou Organização Internacional para as Migrações direitos não exclusivos irrestritos, irrestritos e irrevogáveis em todos os trabalhos submetidos à entrada nos Prêmios (ou quando tais direitos são de propriedade de terceiros, você deve adquirir que tais terceiros concedem tais direitos) para as mulheres africanas na mídia, União Africana, Organização Internacional do Trabalho e/ou Organização Internacional para a Migração para usar tais obras de qualquer maneira que determinar em relação aos prêmios.
  14. O painel de juízes será determinado pelas Mulheres Africanas na Mídia, União Africana, Organização Internacional do Trabalho e/ou Organização Internacional para as Migrações a seu exclusivo critério e se reunirá em novembro de 2020.
  15. Os juízes reservam-se o direito de não selecionar entradas que não atendam aos padrões exigidos.
  16. Os juízes reservam-se o direito de transferir entradas para apreciação em outras categorias a seu critério.
  17. Os juízes defendem a integridade e a reputação do Labor Migration Media Awards e, como tal, reservam-se o direito de desqualificar qualquer peça de trabalho e/ou finalista se, na opinião dos juízes, existirem dúvidas razoáveis sobre a autenticidade e/ou propriedade da entrada submetida e/ou a integridade dos finalistas.
  18. A decisão dos juízes é definitiva e nenhuma correspondência será feita.
  19. Categorias e patrocinadores dos prêmios podem estar sujeitos a alterações.
  20. Os finalistas serão obrigados a assinar declarações de elegibilidade, confirmando entre outras coisas a propriedade de direitos autorais e/ou a liberação de todas as obras submetidas, e contendo lançamentos que concedam mulheres africanas na mídia, União Africana, Organização Internacional do Trabalho e/ou Organização Internacional para Migração e todos os patrocinadores dos Prêmios, o direito de usar seus nomes, vozes, fotos e trabalhos submetidos, sem compensação, em qualquer mídia para fins de publicidade/relações públicas, treinamento, exibição e promoção de todos os assuntos relacionados à Premiação
  21. Você concorda que as mulheres africanas na mídia, a União Africana, a Organização Internacional do Trabalho e/ou a Organização Internacional para as Migrações podem compartilhar as informações que você fornece com os parceiros e juízes dos Prêmios.
  22. Três finalistas serão anunciados por categoria e um vencedor será selecionado por categoria
  23. Mulheres Africanas na Mídia, União Africana, Organização Internacional do Trabalho e/ou Organização Internacional para as Migrações e todos os patrocinadores dos Prêmios negam qualquer responsabilidade por perda a qualquer pessoa ou propriedade relacionada à entrega e/ou posterior uso ou participação em qualquer um dos prêmios concedidos. Os vencedores concordam em cumprir todos os termos e condições dos fornecedores dos prêmios. O promotor é a AWiM.
  24. A Competição será coberta e interpretada com direito internacional.
  25. Você reconhece que esta é apenas uma competição e a concessão de qualquer prêmio não dá origem a uma relação de emprego, agência ou joint venture ou acordo entre você e mulheres africanas na mídia, União Africana, Organização Internacional do Trabalho e/ou Organização Internacional para as Migrações

Clique aqui para saber mais sobre as regras de premiação e elegibilidade

Países elegíveis: Países africanos

Número de prêmios: 200

Valor do Prêmio: Os vencedores serão anunciados em 7 de dezembro de 2020, e receberão um prêmio em dinheiro de US$ 500 cada, e acesso aos cinco cursos sob o Programa de Treinamento de Relatórios de Migração do Trabalho no AWiMLearning.

Como se candidatar: Clique aqui para enviar sua inscrição

  • É importante passar por todos os requisitos de inscrição na Página do Prêmio (veja Link abaixo) antes de se candidatar.

Categorias